quarta-feira, 1 de junho de 2011

MILAGRES ACONTECEM, PORQUE DEUS É FIEL!


               
                 Na noite de 31 de maio fui com meu marido Júnior, e meus dois filhos: Rafael, 11 anos e Juliane, 4 anos, ao supermercado Extra fazer compras. Percebemos no meio das compras que havíamos esquecido do cartão para fazer o pagamento. Júnior voltou em casa e pegou na minha bolsa uma bolsinha menor com os cartões. Nessa bolsinha estava também R$ 725,00 que havíamos separado para pagamento de contas que venceriam no dia seguinte. De volta ao Extra concluímos a feira e pagamos com o cartão. Saímos, muito cansados pela hora avançada, meia noite.
                
No meio do caminho, cerca de 2km depois do shopping, no sentido à nossa casa, senti falta da bolsinha. Começamos a procurar no carro, nada! Olhamos no bagageiro do carro, nada! Nas sacolas, nada! Voltamos ao Extra.
                Perguntamos à atendente, ao caixa, ao segurança, a alguns funcionários, nada! Uma sensação de angústia e preocupação já tinham tomado conta da gente. Na bolsinha tinha, além do dinheiro, dois cartões de crédito, dois cartões de saque em banco, minha carteira de habilitação, chave e outras coisas. Cancelar e providenciar tudo novamente não seria uma tarefa fácil. Continuamos a busca, no estacionamento, no carro de novo e... nada! Bom, bastante cansados, decidimos ir para casa. Deus dizia em meu coração que eu iria encontrar a bolsa, mas quando? Onde? Em que circunstâncias?
                No caminho, o silêncio pairava e em oração perguntei novamente ao Senhor: “Meu Deus, onde está esta bolsa? Eu a encontrarei?” O Senhor respondeu: “Sim. Tenha fé.” Eu me emocionei e só pude dizer: “Senhor, eu tenho, mas aumentai a minha fé. Creio em ti meu Deus, e prometo que ao encontrá-la darei metade do valor do dinheiro que estiver na bolsa para a Associação Sorriso de Criança. Não por troca, meu Deus, mas por agradecimento, pois sei que o Senhor é Fiel.” Passávamos pela frente do shopping e nesse momento, meu filho, Rafael, gritou: “Eu vi mãe, eu vi a bolsa. Eu vi ela no meio da pista.” Nossa... Era quase uma hora da manhã, no meio de uma pista não tão iluminada, mas com uma razoável movimentação, ele conseguiu enxergar aquela bolsinha preta.
                Júnior logo deu ré no carro, cuidadosamente, e, lá estava ela, intacta, completa, bem no meio da Av. Dona Constança, na Mangabeiras.  Foi um milagre! Agrademos muito a Deus. Louvamos e bendizemos Seu nome. Deus é Fiel!
                Depois, conversando sobre o ocorrido, meu filho disse que antes de ver a bolsa também estava rezando a Deus e o que dizia era: “Tem piedade da gente meu Deus! Tem piedade!” Foi quando viu a bolsa e ajudou a fazer com que esta história tivesse um final feliz.
                Hoje então cumprirei meu agradecimento ao Senhor ajudando com a metade do valor do dinheiro que estava a bolsa a Associação Sorriso de Criança. E ainda em agradecimento a Deus escrevo este testemunho, dividindo com você mais um milagre em minha vida. Deus ama os seus filhos e jamais os abandona.
Rosângela Araújo (Tia Rô)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...