sexta-feira, 27 de maio de 2011

TELMINHA, PENSE ANTES DE FALAR!


     Começou a trabalhar em uma empresa muito bem conceituada uma jovem de 18 anos chamada Telma. Ela era comunicativa e desenrolada. Logo pegou o serviço e até se destacou já no primeiro mês de experiência. Mas Telminha tinha um defeito, às vezes não pensava no que falava e quando se aborrecia não media suas palavras.
     No segundo mês de Telma na empresa, o dono resolveu adotar o uso de fardas nas recepcionistas. Contratou uma costureira e disse que queria saias nos joelhos, blusas de manga curta e lenço no pescoço. Telma não gostou da decisão e foi reclamar com o empresário de que a saia estava longa demais e a roupa estava composta demais, o que ficaria feio nela. O patrão ficou indignado e respondeu a ela:

     “Mocinha, se pretende mostrar as pernas e o busto, vista um biquine e vá à praia. Aqui você veio para trabalhar e mostrar o seu serviço, não o seu corpo.”
     Telminha ficou chateada com a resposta e logo disse:
     “Se é assim, então não quero trabalhar mais nessa empresa.”
     O empresário respondeu:
     “Não seja por isso. Passe agora no Setor Pessoal e assine seu desligamento com a empresa.”
     Telminha saiu e já no caminho se arrependeu, mas viu que não tinha mais como voltar atrás. Saiu da empresa.
     Um mês depois ela passou pela empresa e viu as recepcionistas. Todas elegantes, muito bem arrumadas, decentes e com uma fisionomia de felicidade. Aquela roupa que ela havia rejeitado e tinha sido o motivo do seu pedido de demissão era mesmo linda.
     A empresa cresceu e Telminha até hoje está desempregada. 

MORAL DA HISTÓRIA: Devemos sempre pensar antes de falar e principalmente antes de tomar decisões de “cabeça quente”. Pois agindo assim podemos perder grandes e boas oportunidades na vida. Mais uma coisa: a decência no ambiente de trabalho, assim como na Igreja, é fundamental para a boa imagem de uma pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...