quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

MARIQUINHA ASSANHADINHA


Num bairro muito popular da cidade vivia Mariquinha com uma grande turma de colegas. Mariquinha era bem assadinha, gostava de namorar e sempre estava se encontrando às escondidas com algum novo garoto que aparecia no bairro. Ela tinha apenas 13 anos.
          Um dia, em um desses encontros escondidos, surgiu um assaltante que levou o celular dela e bateu no paquera dela. Ela ficou assustada e chorou. A mãe soube e colocou ela de castigo por uma semana.
          Na semana seguinte, Mariquinha saiu e novamente marcou com outro namoradinho em um lugar ainda mais escondido. Esse novo paquera só queria passar a mão nela... e no vai e vem chegaram aos “finalmentes”. O que ela não esperava, aconteceu. E ela engravidou.
         Duas amigas aconselharam o aborto, mas ela teve medo de matar o bebezinho que já estava se formando na barriga dela, resolveu enfrentar a situação e deixou a barriga crescer. A mãe quase desmaiou quando soube, sofreu muito, mas teve que aceitar.
         Mariquinha teve o filho e passou de adolescente para mãe. O namoradinho sumiu e nem quis saber dela depois. Mariquinha se arrependeu de ter sido tão assadinha. Teve que deixar os jogos e brincadeiras, passeios e diversões, de sua juventude para assumir de forma precoce uma vida adulta com novas responsabilidades.

Moral da História: Às vezes nos apressamos e adiantamos o tempo das coisas. Cada fase de nossa vida deve ser curtida e aproveitada de maneira correta e responsável. Quando adiantamos o tempo sofremos por toda a vida as consequências das nossas atitudes. Criança tem que brincar, escudar e rezar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...